“Quanto vale a Língua Portuguesa”, com a Drª Ana Paula Laborinho

O programa da RTP 1 “Prós e Contras”, do passado dia 3 de dezembro,  teve como tema de debate “Quanto vale a Língua Portuguesa?”. A atual presidente do Camões, IP, Professora Doutora Ana Paula Laborinho explicou as principais dinâmicas associadas à expansão e à constante valorização da Língua Portuguesa no mundo. Um bem imaterial num “material world”.

Para ver na íntegra em: http://www.rtp.pt/play/p40/e100999/pros-e-contras.

Anúncios

2 thoughts on ““Quanto vale a Língua Portuguesa”, com a Drª Ana Paula Laborinho”

  1. Se a língua portuguesa é realmente assim tao valiosa- e é essa a minha opiniao- entao por que razao é que o CICL, presidido pela Prof.a Dra Ana Paula Laborinho, se tem dedicato ativamente a extinguir os cursos de Língua e Cultura Portugesa no Estrangeiro, declarando muitas vezes que esses cursos “nao dao rendimento”?Desde 2010 já foram retirados mais de 200 professores do Ensino Português no Estrangeiro, onde atualmente “sobrevivem” apenas 400. Prevê-se que sejam retirado cerca de 100 no fim do presente ano letivo, devido à infame “propina” que o CICL quer cobrar aos pais.Como vários resolverao nao inscrever os filhos nos novos cursos a pagamento, isto significa que o ensino nas pequenas localidades desparecerá, 100(ou mais) professores ficarao sem emprego e para cima de 1.000 alunos ficarao sem aulas. Os alunos restantes serao amontoados em cursos heterogéneos, em que se misturam todos os níveis de escolaridade, com um professor sobrecarregado com um enorme número de alunos que nao poderá lecionar.A troco nem se sabe de quê- impossível crer que seja uma mísera poupanca- destrói-se o ensino português no estrangeiro, destroem-se os lacos afetivos, linguísticos e culturais dos luso-descendentes com Portugal,destrói-se a nossa identidade portuguesa no estrangeiro.Claro que com o dinheiro que o CICL vai cobrar aos pais, dado nao existirem garantias de que será aplicado no ensino,pedrao continuar a fazer-se os eventos e as promocoes pessoais que o referido instituto tanto aprecia.

  2. A Língua e Cultura Portuguesa é uma mais-valia e a certificação de competências nessa língua também. Penso que este reconhecimento deveria ser fator de união da classe docente e desta com as Comunidades Portuguesas, pelo bem da imagem de uma língua poderosa e do envolvimento e da união de todos em torno de uma causa comum.

    Sobre a dúvida que levanta acerca da forma como o dinheiro será aplicado, posso apenas dizer que é com especulações como esta que se mina uma boa causa.

    Cumprimentos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s